Conversa com Mikhail Borisovich Kornienko, 13 de abril, no Salão Nobre da Câmara Municipal da Maia.

| Publicado: .

Por decisão da Federação Internacional da Aviação, o dia 12 de abril é comemorado em todo o mundo como o Dia Mundial da Aviação e Cosmonáutica, data em que, no ano de 1961, Yuri Gagarin realizou o primeiro voo espacial, durante 108 minutos.

Mikhail Borisovich Kornienko está em Portugal e além de ter inaugurado uma réplica à escala real do Sputnik, o primeiro satélite da história, na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, também esteve na Maia, no âmbito de um projeto de cooperação da Cãmara Municipal e a Federação Russa, designado “Ponte Cósmica”.

Há 58 anos, o cosmonauta russo entrou para a história ao tornar-se o primeiro ser humano a viajar no espaço. A sua missão era perigosa, dos 48 cães enviados para o espaço, 20 morreram. Mesmo assim, muitos homens sonhavam em ir no lugar dele.

Mikhail Borisovich Kornienko, encarna o sorriso de Yuri Gagarin e o sonho de viajar e habitar o espaço, onde permaneceu, durante 340 dias consecutivos, na estação espacial internacional. É, hoje, professor na escola Yuri Gagarin de cosmonáutica, onde prepara os cosmonautas mais novos. Diz-se preparado para, se preciso for, integrar uma nova missão útil para a humanidade e para a ciência cosmonáutica.

Nesta conversa com Mikhail Borisovich Kornienko, estiveram presentes alunos e professores da Escola de Sábado russa e outros elementos da comunidade russa, bem como alunos e professores da Escola Secundária da Maia.

O cosmonauta respondeu às questões colocadas, com entusiasmo e simplicidade.

No final, para alegria de todos e em especial dos mais pequenos, concedeu autógrafos e com notável amabilidade deixou-se fotografar.

Obrigada, Mikhail Borisovich Kornienko!!

MBK1  MBK2  MBK3

Ana Miguéis